A liberdade para amar e ser amado



Olhava para dentro e via-me preso. Preso ao relacionamento dos meus pais que não deu certo, ao amigo que não estava disponível para escutar minhas aflições, à menina que não me deu bola quando demonstrei amá-la. Tornei-me escravo das situações de contratempo da vida, e assim fui me fechando em mim mesmo.

Com o tempo o sorriso já não resplandecia, não conseguia sentir-me amado e assim já não demonstrava amor. Não formava laços de amizade sadia, já não me deixava cativar

por ninguém.

Ora, onde estaria então a felicidade em meio a tantas frustrações? Como seria eu surpreendido por um amor real, íntimo e confiante?

Muitas vezes pensamos que Deus não existe e assim seu amor tão falado torna-se uma utopia. A paz? Diante de tanto sofrimento exterior e de profundas guerras interiores travadas no coração dos homens, esta é tida como uma “ideia”.

As correntes do nosso passado e frustrações deixam-nos cabisbaixos e assim não enxergamos o Alto, não enxergamos a Cruz. Na Cruz o Amor torna-se palpável, acessível e fonte de toda paz. Madeiro santo, selo da liberdade humana.

O amor que emana da Cruz nos surpreende ao responder a todas as nossas dúvidas, correspondendo assim de forma plena aos nossos anseios. É o amor a nos amar de forma íntima, profunda e particular devolvendo assim nossa dignidade e liberdade para amar e ser amado.

Quantas vezes nossas vontades e concepções se fazem obstáculo para o amor. O Amor quer agir em nós e através de nós! Ele torna-se concreto quando eu me faço dócil e disponível para amar apontando para o Amor que emana toda a liberdade na árvore da Cruz.

Permita-se no dia de hoje sentir o amor de Deus nas pequenas coisas: no brilho do Sol, na providência do alimento, no sorriso de um ancião. Sinta este profundo amor e corresponda amando sem medidas. Não se limite, não se faça de incapaz. A Cruz o faz livre para amar e ser amado de forma gratuita e plena.

Senhor não nos deixe sem o seu amor misericordioso.

São João Paulo II, rogai por nós!

Por GC Bruno Lucena, FSVA

#Amar #felicidade #liberdade

Movimento dos Filhos da Santíssima Virgem Auxiliadora

Av. São João Batista  S/N  - Conj. Castelo Branco - Aracaju/SE 

+55 (79) 3021-6960

Todos direitos reservados                Movimento Auxilia - 2020