O olhar de Dom Bosco



Certa vez ao estar desanimado o olhar de Dom Bosco acolheu a minha orfandade e me apontou novos horizontes. Foi uma experiência incrível! Um simples olhar que foi capaz de mudar o sentido da minha vida, de revelar as necessidades do mundo e mostrar-me que a paternidade que havia em meu coração era muito maior do que um sentimento-átomo de ausência. Para tornar breve este artigo, posso dizer que tive seis revelações naquele conquistador olhar.

1º Paternidade de Dom Bosco

No olhar de Dom Bosco recebi acolhimento de um pai. Ora, ao recebermos afetos por parte do pai logo nos identificamos com ele, sentimo-nos seguros, protegidos de tudo que venha a colocar em risco a nossa integridade. Neste acolhimento posso dizer que fui gerado para de forma madura encarar os desafios e fazer-me servo, superando qualquer sentimento que se impusesse como obstáculo. Como resposta, fiz germinar em meu coração a partir do meu sim uma vocação para a juventude.

2º Um homem visionário

Dom Bosco sendo um homem reto adquiriu Sabedoria para compreender os planos de Deus e assim enxergar além. Fomos criados para cuidar da Criação e sermos construtores. Neste âmbito, aprendi a olhar muito além da minha realidade e desejar construir em mim e no outro um pátio alegre e louvável aos olhos de Deus.

3º Entrega total

Dom Bosco era um homem livre e usava da sua liberdade para conduzir todos a Deus, em especial os meninos vítimas dos flagelos trazidos pela injustiça, escravidão e abandono. O coração de Dom Bosco nada reteve, deu tudo. Ousadamente peço que Cristo violente o meu coração, o transforme nEle para assim eu ter um coração compassivo, misericordioso. Um coração oblato!

4º A confiança em Maria

Nas dificuldades quem seria o refúgio seguro? Quem apresentaria com bondade e ternura as necessidades do coração daquele pobre homem a Deus? Em tudo Dom Bosco se confiava a Maria, pois seu dom maternal com facilidade toca o coração de Cristo que sempre se dilatou para conceder graças à obra de Dom Bosco. Essa íntima confiança alcançou minhas misérias e levou-me a buscar em tudo ser Totus Tuus, mesmo que doesse, mesmo que fosse árduo.

5º O cansaço

Dom Bosco esgotou todas as suas forças dando até seu último suspiro pelos jovens. Nada foi em vão. "Se não fosse Dom Bosco eu não teria conhecido meus melhores amigos" diz um bordão partilhado pelos jovens que vivenciam o carisma de Dom Bosco. Não há dúvidas: seu cansaço foi sinal vivo da fidelidade a Deus! Assim, entendi que minha vontade de Céu deve superar a preguiça e o cansaço.

6º Um olhar-estrada

Em tudo o olhar de Dom Bosco conduzia seus filhos para o Céu, pois ele bem compreendia que a vida terrena era uma passagem na qual iríamos construir a nossa morada na eternidade. Seu objetivo quando sacerdote foi apontar a estrada de santidade. O segredo? Estar sempre alegre em Cristo. Olho para dentro em mim e para minha realidade e exclamo: oh, como é difícil! Difícil é, mas não impossível.

Em um momento fui conduzido a Deus por Dom Bosco. E em 201 anos de história, quantos não foram levados a terem uma experiência com a alegria do Ressuscitado através deste pobre homem? Faço-me um pequeno galho desta árvore bicentenária para sempre beber desta fonte que é humilde, alegre e santa.

São João Bosco, rogai por nós!

Por GC Bruno Lucena, MFSVA

Guardião do Movimento Auxilia

#DomBosco #Testemunho

Movimento dos Filhos da Santíssima Virgem Auxiliadora

Av. São João Batista  S/N  - Conj. Castelo Branco - Aracaju/SE 

+55 (79) 3021-6960

Todos direitos reservados                Movimento Auxilia - 2020