MEU DIA | 19 de Julho



LAUDES (Manhã)


1. Hino

Doador da luz esplêndida, / pelo vosso resplendor, / ao passar da noite o tempo, / surge o dia em seu fulgor.

Verdadeira Estrela d’alva, / não aquela que anuncia / de outro astro a luz chegando / e a seu brilho se anuvia,

mas aquela luminosa, / mais que o sol em seu clarão, / mais que a luz e mais que o dia, / aclarando o coração.

Casta, a mente vença tudo, / que os sentidos pedem tanto; / vosso Espírito guarde puro / nosso corpo, templo santo.

A vós, Cristo, Rei clemente, / e a Deus Pai, Eterno Bem, / com o Espírito Paráclito, / honra e glória eterna. Amém.


2. Salmo 89(90) - O esplendor do Senhor esteja sobre nós


Ant. 1. Saciai-nos de manhã com vosso amor!

Vós fostes um regio para nós, * / ó Senhor, de geração em geração. / = Já bem antes que as montanhas fossem feitas † / ou a terra e o mundo se formassem, * / desde sempre e para sempre vós sois Deus.

Vós fazeis voltar ao pó todo mortal, * / quando dizeis: “Voltai ao pó, filhos de Adão!” / – Pois mil anos para vós são como ontem, * / qual vilia de uma noite que passou.

Eles passam como o sono da manhã, * / são iguais à erva verde pelos campos: / – De manhã ela floresce vicejante, * / mas à tarde é cortada e logo seca.

Por vossa ira perecemos realmente, * / vosso furor nos apavora e faz tremer; / – pusestes nossa culpa à nossa frente, * / nossos segredos ao clarão de vossa face.

Em vossa ira se consomem nossos dias, * / como um sopro se acabam nossos anos. / – Pode durar setenta anos nossa vida, * / os mais fortes talvez cheguem a oitenta; / – a maior parte é ilusão e sofrimento: * / passam depressa e também nós assim passamos.

Quem avalia o poder de vossa ira, * / o respeito e o temor que mereceis? / – Ensinai-nos a contar os nossos dias, * / e dai ao nosso coração sabedoria!

Senhor, voltai-vos! Até quando tardareis? * / Tende piedade e compaixão de vossos servos! / – Saciai-nos de manhã com vosso amor, * / e exultaremos de alegria todo o dia!

Alegrai-nos pelos dias que sofremos, * / pelos anos que passamos na desgraça! / – Manifestai a vossa obra a vossos servos, * / e a seus filhos revelai a vossa glória!

Que a bondade do Senhor e nosso Deus * / repouse sobre nós e nos conduza! / – Tornai fecundo, ó Senhor, nosso trabalho, * / fazei dar frutos o labor de nossas mãos!

Glória. Ant. 1. Saciai-nos de manhã com vosso amor!


3. Cântico Is 42,10-16 - Hino ao Deus vencedor e salvador


Ant. 2. Louvores ao Senhor dos confins de toda a terra!

Cantai ao Senhor Deus um canto novo, * / louvor a ele dos confins de toda a terra!

Louve ao Senhor o oceano e o que há nele, * / louvem as ilhas com os homens que as habitam! / – Ergam um canto os desertos e as cidades, * / e as tendas de Cedar louvem a Deus!

Habitantes dos rochedos, aclamai; * / dos altos montes sobem gritos de alegria! / – Todos eles deem glória ao Senhor, * / e nas ilhas se proclame o seu louvor!

Eis o Senhor como herói que vai chegando, * / como guerreiro com vontade de lutar; / – solta seu grito de batalha aterrador * / como valente que enfrenta os inimigos.

“Por muito tempo me calei, guardei silêncio, * / fiquei calado e, paciente, me contive; / – mas grito agora qual mulher que está em parto, * / ofegante e sem alento em meio às dores.

As montanhas e as colinas destruirei, * / farei secar toda a verdura que as reveste; / – mudarei em terra seca os rios todos, * / farei secar todos os lagos e açudes.

Conduzirei, então, os cegos pela mão * / e os levarei por um caminho nunca visto; / – hei de guiá-los por atalhos e veredas * / até então desconhecidos para eles.

Diante deles mudarei em luz as trevas, * / farei planos os caminhos tortuosos. / – Tudo isso hei de fazer em seu favor, * / e jamais eu haverei de abandoná-los!”

Glória. Ant. 2. Louvores ao Senhor dos confins de toda a terra!


4. Salmo 134(135),1-12 - Louvor ao Senhor por suas maravilhas


Ant. 3. Louvai o Senhor, bendizei-o, vós que estais junto aos átrios de Deus!

Louvai o Senhor, bendizei-o; * / louvai o Senhor, servos seus, / – que celebrais o louvor em seu templo * / e habitais junto aos átrios de Deus!

Louvai o Senhor, porque é bom; * / cantai ao seu nome suave! / – Escolheu para si a Jacó, * / preferiu Israel por herança.

Eu bem sei que o Senhor é tão grande, * / que é maior do que todos os deuses. / = Ele faz tudo quanto lhe agrada, † / nas alturas dos céus e na terra, * / no oceano e nos fundos abismos.

= Traz as nuvens do extremo da terra, † / transforma os raios em chuva, * / das cavernas libera os ventos.

No Egito feriu primogênitos, * / desde homens até animais. / – Fez milagres, prodígios, portentos, * / perante Faraó e seus servos. / – Abateu numerosas nações * / e matou muitos reis poderosos:

= a Seon que foi rei amorreu, † / e a Og que foi rei de Basã, * / como a todos os reis cananeus. / – Ele deu sua terra em herança, * / em herança a seu povo, Israel.

Glória. Ant. 3. Louvai o Senhor, bendizei-o, vós que estais junto aos átrios de Deus!


5. Leitura breve Jt 8,25-26a.27

Demos graças ao Senhor nosso Deus, que nos submete a provações, como fez com nossos pais. Lembrai-vos de tudo o que Deus fez a Abraão, e como provou Isaac, e tudo o que aconteceu a Jacó. Assim como os provou pelo fogo, para lhes experimentar o coração, assim também ele não se está vingando de nós. É antes para advertência que o Senhor açoita os que dele se aproximam.

6. Responsório breve

R. Ó justos, alegrai-vos no Senhor! * Aos retos fica bem glorificá-lo. R. Ó justos.

V. Cantai para o Senhor um canto novo. * Aos retos. Glória ao Pai. R. Ó justos.


7. Cântico evangélico


Ant. Bendito seja o Senhor Deus, que visitou e libertou a nós que somos o seu povo!


Benedictus – Lc 1,68-79


O Messias e seu Precursor


– Bendito seja o Senhor Deus de Israel, *

porque a seu povo visitou e libertou;

– e fez surgir um poderoso Salvador *

na casa de Davi, seu servidor,


– como falara pela boca de seus santos, *

os profetas desde os tempos mais antigos,

– para salvar-nos do poder dos inimigos *

e da mão de todos quantos nos odeiam.


– Assim mostrou misericórdia a nossos pais, *

recordando a sua santa Aliança

– e o juramento a Abraão, o nosso pai, *

de conceder-nos que, libertos do inimigo,


= a ele nós sirvamos sem temor †

em santidade e em justiça diante dele, *

enquanto perdurarem nossos dias.


= Serás profeta do Altíssimo, ó menino, †

pois irás andando à frente do Senhor *

para aplainar e preparar os seus caminhos,


– anunciando ao seu povo a salvação, *

que está na remissão de seus pecados,


– pela bondade e compaixão de nosso Deus, *

que sobre nós fará brilhar o Sol nascente,


– para iluminar a quantos jazem entre as trevas *

e na sombra da morte estão sentados

– e para dirigir os nossos passos, *

guiando-os no caminho da paz.


– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *

Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Ant. Bendito seja o Senhor Deus, que visitou e libertou a nós que somos o seu povo!


8. Preces

Oremos a Cristo, que ouve e salva os que nele esperam; e o aclamemos:

R. Nós vos louvamos, Senhor, e em vós esperamos!

NÓS vos damos graças, Senhor, que sois rico em misericórdia, pela imensa caridade com que nos amastes. – R.

VÓS, que estais sempre agindo no mundo em união com o Pai, renovai todas as coisas pelo poder do Espírito Santo. – R.

ABRI os nossos olhos e os de nossos irmãos e irmãs, para que contemplemos hoje as vossas maravilhas. – R.

VÓS, que neste dia nos chamais para o vosso serviço, tornai-nos fiéis servidores da vossa graça em favor de nossos irmãos e irmãs. – R.

(intenções livres)


9. Pai nosso...


10. Oração

Senhor nosso Deus, que confiastes ao ser humano a missão de guardar e cultivar a terra, e colocastes o sol a seu serviço, dai-nos a graça de neste dia trabalhar com ardor pelo bem dos nossos irmãos e irmãs para louvor de vossa glória. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

 

Liturgia do dia:

Primeira Leitura (Êx 14,5-18)

Responsório (Êx 15,1-6)

Evangelho (Mt 12,38-42) — O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.

— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 38alguns mestres da Lei e fariseus disseram a Jesus: “Mestre, queremos ver um sinal realizado por ti”. 39Jesus respondeu-lhes: “Uma geração má e adúltera busca um sinal, mas nenhum sinal lhe será dado, a não ser o sinal do profeta Jonas.

40Com efeito, assim como Jonas esteve três dias e três noites no ventre da baleia, assim também o Filho do Homem estará três dias e três noites no seio da terra. 41No dia do juízo, os habitantes de Nínive se levantarão contra essa geração e a condenarão, porque se converteram diante da pregação de Jonas. E aqui está quem é maior do que Jonas.

42No dia do juízo, a rainha do Sul se levantará contra essa geração, e a condenará, porque veio dos confins da terra para ouvir a sabedoria de Salomão. E aqui está quem é maior do que Salomão”.

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

 

São Símaco

Neste dia, celebramos um santo Papa que enfrentou um período da história em que a Igreja sofria com pressões internas e externas.

Nasceu na Ilha da Sardenha no século V. Pertenceu ao clero romano e foi eleito Papa em 498. No tempo de Símaco, a Igreja era duramente atingida por perseguições.

Muitas famílias tradicionais de Roma, bem como o Senado, buscavam de todas as formas influenciar a ação da Igreja, trazendo assim muitos prejuízos; isso perdurou por um tempo até levantar-se Símaco. O santo Papa combateu e venceu esses “invasores”, recuperando, assim, a total liberdade da Igreja, na sua organização e disciplina.

Com a queda do império romano e a invasão dos vândalos, godos, visigodos e longobardos, que começavam a dominar o Ocidente, São Símaco, na ousadia, entrou nas intrigas sociais e políticas, para assim tomar partido da paz e da harmonia e não de algum dos lados. Na função eficiente de pai comum, suscitou a inveja do imperador do Oriente, que começou a perseguir os cristãos. Em resposta a essa atitude, corrigiu Símaco: “Lança um olhar, o Imperador, a tantos príncipes que perseguiram a Igreja e vê como todos eles tiveram triste fim, ao passo que, a Igreja perseguida continua com tanto mais glória, quanto mais violenta lhe foi a perseguição”.

Símaco era conciliador, homem de justiça e sinal de paz.

Em 514 ele partiu para a glória celeste e intercede por nós para que, nos tempos de hoje, por amor a Cristo e pela Igreja, sejamos promotores da paz.


São Símaco, rogai por nós!

 

Oração da Noite:

Querida mãe, virgem Maria, fazei que eu salve a minha alma

— Ave Maria...

Querida mãe, virgem Maria, fazei que eu salve a minha alma

— Ave Maria...

Querida mãe, virgem Maria, fazei que eu salve a minha alma

— Ave Maria...

Tu, Auxílio maravilhoso dos cristãos, Tu, terrível como exército ordenado em batalha, Tu, que só destruíste toda heresia em todo o mundo: nas nossas angústias, nas nossas lutas, nas nossas aflições, defende-nos do inimigo; e na hora da morte, acolhe a nossa alma no paraíso.

Assim seja.

Nossa Senhora Auxiliadora

— Rogai por nós!

nOVA-CAMISA.png
NOVA
ADQUIRA NA MISSÃO
MAIS PRÓXIMA DE VOCÊ!
AUXICAMISA