Reféns da impaciência?



A paciência é uma virtude muito subestimada em nosso meio. Inseridos em uma sociedade onde o tempo tornou-se sinônimo de dinheiro e o conhecimento descartável, visto a rapidez de sua ultrapassagem, acabamos por viver presos a uma correria marcada pela falta de tempo e consequentemente de paciência. Se sofro uma perca, preciso estar bem do dia para noite, porque não é permitido sofrer; se estou em um relacionamento, preciso experimentar tudo ou serei considerado “careta”; se mando uma mensagem, preciso imediatamente ser respondida, ou cria-se um auê, afinal supostamente aquela pessoa te ignorou; se estou na faculdade, preciso produzir incansavelmente ou serei um profissional fracassado... E assim os dias passam e aceleramos a velocidade da vida cada vez mais.

Sou jovem e confesso, que assim como você, em muitos momentos me pego refém dessa impaciência do querer tudo aqui e agora. Entretanto, aprendi com os tropeços que correr neste terreno irregular pode ser bastante perigoso.

Segundo o dicionário Aurélio, refém significa “pessoa ou localidade que fica em poder do inimigo como garantia do cumprimento de um tratado” ... E é exatamente assim que me sinto em tantos momentos... Impaciente, ansiando por respostas imediatas, uma refém, de mãos atadas. Mas acho engraçado como nada é no nosso tempo, ainda que insistamos em andar por nossas próprias pernas, isso só prolonga o caminho para queda.

Aquele namoro que começou de uma ficada aleatória e que terminou com um magoando o outro, aquela insistência em produzir mil e uma coisas da universidade que resultou em crises de ansiedade... Enfim, por mais imediatistas que possamos ser, a paciência, na maioria das situações que vivemos, é fundamental. Só a reflexão e a entrega ao Senhor, acrescidos de dedicação (não podemos também cair na inércia), vão fazer com que alcancemos nossos maiores anseios. O salmo 40, no versículo 1, diz: “esperei com paciência no Senhor, e ele se inclinou para mim, e ouviu o meu clamor”. Pedimos e queremos tanto respostas... E procuramos elas em todos os lugares, no outro, na internet, nos prazeres, na liberdade que nos é ofertada, mas esquecemos Daquele que detém a resposta, esquecemos de silenciar o caos dentro de nós e escutar, apenas escutar o que Ele tem a nos dizer.

Por mais que tenhamos perguntas que esperamos desesperadamente por respostas, existem momentos onde teremos apenas a companhia da paciência e da confiança como alicerces para persistir na luta diária, até que seja momento de alcançar a tão desejada compreensão.

Aprendamos a esperar o tempo de cada coisa, isso nos fará mais fortes e mais confiantes de quem somos e da certeza de que existe um Pai cheio de amor, cuidando incondicionalmente de cada um de nós.

#Paciência #Confiança

Movimento dos Filhos da Santíssima Virgem Auxiliadora

Av. São João Batista  S/N  - Conj. Castelo Branco - Aracaju/SE 

+55 (79) 3021-6960

Todos direitos reservados                Movimento Auxilia - 2020