Meu dia 03 de Agosto



Oração da Manhã

Laudes


LAUDES (Manhã)


1. Hino

Doador da luz esplêndida, / pelo vosso resplendor, / ao passar da noite o tempo, / surge o dia em seu fulgor.

Verdadeira Estrela d’alva, / não aquela que anuncia / de outro astro a luz chegando / e a seu brilho se anuvia,

mas aquela luminosa, / mais que o sol em seu clarão, / mais que a luz e mais que o dia, / aclarando o coração.

Casta, a mente vença tudo, / que os sentidos pedem tanto; / vosso Espírito guarde puro / nosso corpo, templo santo.

A vós, Cristo, Rei clemente, / e a Deus Pai, Eterno Bem, / com o Espírito Paráclito, / honra e glória eterna. Amém.


2. Salmo 41(42) - Sede de Deus e saudades do templo

Ant. 1. Quando terei a alegria de ver vossa face, Senhor?


Assim como a corça suspira * / pelas águas correntes, / – suspira igualmente minh’alma * / por vós, ó meu Deus!

Minha alma tem sede de Deus, * / e deseja o Deus vivo. / – Quando terei a alegria de ver * / a face de Deus?

O meu pranto é o meu alimento * / de dia e de noite, / – enquanto insistentes repetem: * / “Onde es o teu Deus?”

Recordo saudoso o tempo * / em que ia com o povo. / – Peregrino e feliz caminhando * / para a casa de Deus, / entre gritos, louvor e alegria * / da multidão jubilosa.

Por que te entristeces, minh’alma, * / a gemer no meu peito? / – Espera em Deus! Louvarei novamente * / o meu Deus Salvador!

Minh’alma está agora abatida, * / e então penso em vós, / – do Jordão e das terras do Hermon * / e do monte Misar.

Como o abismo atrai outro abismo * / ao fragor das cascatas, / – vossas ondas e vossas torrentes * / sobre mim se lançaram.

Que o Senhor me conceda de dia * / sua graça benigna / – e de noite, cantando, eu bendigo * / ao meu Deus, minha vida.

Digo a Deus: “Vós que sois meu amparo, * / por que me esqueceis? / – Por que ando tão triste e abatido * / pela opressão do inimigo?”

Os meus ossos se quebram de dor, * / ao insultar-me o inimigo; / – ao dizer cada dia de novo: * / “Onde es o teu Deus?”

Por que te entristeces, minh’alma, * / a gemer no meu peito? / – Espera em Deus! Louvarei novamente * / o meu Deus Salvador!

Glória. Ant. 1. Quando terei a alegria de ver vossa face, Senhor?


3. Cântico Eclo 36,1-7.13-16 - Súplica pela cidade santa, Jerusalém

Ant. 2. Mostrai-nos, ó Senhor, vossa luz, vosso perdão!


Tende piedade e compaixão, Deus do universo, * / e mostrai-nos vossa luz, vosso perdão! / – Espalhai vosso temor sobre as nações, * / sobre os povos que não querem procurar-vos, / – para que saibam que só vós é que sois Deus, * / e proclamem vossas grandes maravilhas.

Levantai a vossa mão contra os estranhos, * / para que vejam como é grande a vossa força. / – Como em nós lhes demonstrastes santidade, * / assim mostrai-nos vossa glória através deles, / – para que saibam e confessem como nós * / que não um outro Deus, além de vós!

Renovai vossos prodígios e portentos, * / glorificai o vosso braço poderoso! / – Reuni todas as tribos de Jacó, * / e recebam, como outrora, a vossa herança.

= Deste povo que é vosso, tende pena, † / e de Israel de quem fizestes primogênito, * / e a quem chamastes com o vosso próprio nome!  / – Apiedai-vos de Sião, vossa cidade, * / o lugar santificado onde habitais! / – Enchei Jerusalém com vossos feitos, * / e vosso povo, com a luz de vossa glória!

Glória. Ant. 2. Mostrai-nos, ó Senhor, vossa luz, vosso perdão!


4. Salmo 18 A(19) - Louvor ao Deus Criador

Ant. 3. Sede bendito, Senhor, no mais alto dos céus.


Os céus proclamam a glória do Senhor, * / e o firmamento, a obra de suas mãos; / – o dia ao dia transmite esta mensagem, * / a noite à noite publica esta notícia.

Não são discursos nem frases ou palavras, * / nem são vozes que possam ser ouvidas; / – seu som ressoa e se espalha em toda a terra, * / chega aos confins do universo a sua voz.

Armou no alto uma tenda para o sol; * / ele desponta no céu e se levanta / – como um esposo do quarto nupcial, * / como um herói exultante em seu caminho.

De um extremo do céu põe-se a correr * / e vai traçando o seu rastro luminoso, / – até que possa chegar ao outro extremo, * / e nada pode fugir ao seu calor.

Glória. Ant. 3. Sede bendito, Senhor, no mais alto dos céus.


5. Leitura breve Jr 15,16


Quando encontrei tuas palavras, alimentei-me; elas se tornaram para mim uma delícia, e a alegria do coração, o modo como invocar teu nome sobre mim, Senhor Deus dos exércitos.


6. Responsório breve

R. Ó justos, alegrai-vos no Senhor! * Aos retos fica bem glorificá-lo. R. Ó justos.

V. Cantai para o Senhor um canto novo. * Aos retos. Glória ao Pai. R. Ó justos.


7. Cântico evangélico


Ant. Bendito seja o Senhor Deus, que visitou e libertou a nós que somos o seu povo.


Benedictus – Lc 1,68-79


O Messias e seu Precursor


– Bendito seja o Senhor Deus de Israel, *

porque a seu povo visitou e libertou;

– e fez surgir um poderoso Salvador *

na casa de Davi, seu servidor,


– como falara pela boca de seus santos, *

os profetas desde os tempos mais antigos,

– para salvar-nos do poder dos inimigos *

e da mão de todos quantos nos odeiam.


– Assim mostrou misericórdia a nossos pais, *

recordando a sua santa Aliança

– e o juramento a Abraão, o nosso pai, *

de conceder-nos que, libertos do inimigo,


= a ele nós sirvamos sem temor †

em santidade e em justiça diante dele, *

enquanto perdurarem nossos dias.


= Serás profeta do Altíssimo, ó menino, †

pois irás andando à frente do Senhor *

para aplainar e preparar os seus caminhos,


– anunciando ao seu povo a salvação, *

que está na remissão de seus pecados,


– pela bondade e compaixão de nosso Deus, *

que sobre nós fará brilhar o Sol nascente,


– para iluminar a quantos jazem entre as trevas *

e na sombra da morte estão sentados

– e para dirigir os nossos passos, *

guiando-os no caminho da paz.


– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *

Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Ant. Bendito seja o Senhor Deus, que visitou e libertou a nós que somos o seu povo.


8. Preces

Demos graças ao nosso Salvador, que fez de nós um povo de reis e sacerdotes para oferecermos sacrifícios agradáveis a Deus. Por isso o invoquemos:


R. Conservai-nos, Senhor, em vosso serviço!


CRISTO, sacerdote eterno, que nos tornastes participantes do vosso sacerdócio santo, ensinai-nos a oferecer sempre sacrifícios espirituais agradáveis a Deus. – R.

DAI-NOS os frutos do vosso Espírito: paciência, bondade, mansidão. – R.

FAZEI que vos amemos acima de todas as coisas e pratiquemos o bem, para que nossas obras vos glorifiquem. – R.

AJUDAI-NOS a procurar sempre o bem dos nossos irmãos e irmãs, para que eles alcancem mais facilmente a salvação. – R.

(intenções livres)


9. Pai nosso...


10. Oração

Senhor Deus todo-poderoso, que nos fizestes chegar ao começo deste dia, salvai-nos hoje com o vosso poder, para não cairmos em nenhum pecado e fazermos sempre a vossa vontade em nossos pensamentos, palavras e ações. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.



Liturgia do dia:

Primeira Leitura (Jr 28,1-17)

Salmo Responsorial (Sl 118)

Evangelho (Mt 14,22-36)


— O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

— PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus. 

— Glória a vós, Senhor.


Depois que a multidão comera até saciar-se, 22Jesus mandou que os discípulos entrassem na barca e seguissem, à sua frente, para o outro lado do mar, enquanto ele despediria as multidões. 23Depois de despedi-las, Jesus subiu ao monte, para orar a sós. A noite chegou, e Jesus continuava ali, sozinho. 24A barca, porém, já longe da terra, era agitada pelas ondas, pois o vento era contrário. 25Pelas três horas da manhã, Jesus veio até os discípulos, andando sobre o mar. 26Quando os discípulos o avistaram, andando sobre o mar, ficaram apavorados, e disseram: “É um fantasma”. E gritaram de medo. 27Jesus, porém, logo lhes disse: “Coragem! Sou eu. Não tenhais medo!” 28Então Pedro lhe disse: “Senhor, se és tu, manda-me ir a teu encontro, caminhando sobre a água”. 29E Jesus respondeu: “Vem!” Pedro desceu da barca e começou a andar sobre a água, em direção a Jesus. 30Mas, quando sentiu o vento, ficou com medo e começando a afundar, gritou: “Senhor, salva-me!” 31Jesus logo estendeu a mão, segurou Pedro, e lhe disse: “Homem fraco na fé, por que duvidaste?” 32Assim que subiram na barca, o vento se acalmou. 33Os que estavam na barca, prostraram-se diante dele, dizendo: “Verdadeiramente, tu és o Filho de Deus!”

34Após a travessia desembarcaram em Genesaré. 35Os habitantes daquele lugar reconheceram Jesus e espalharam a notícia por toda a região. Então levaram a ele todos os doentes; 36e pediam que pudessem, ao menos, tocar a barra de sua veste. E todos os que a tocaram, ficaram curados.


— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.



Santo do dia:

Santa Lídia


Uma antiga tradição cristã a respeito do culto aos santos demonstra que Santa Lídia foi uma das primeiras santas a ser venerada dentro da fé católica.


Lídia era uma prosélita, ou seja, uma pagã convertida ao judaísmo. Veio da Grécia asiática e instalou-se para o seu comércio em Filipos, porto do Mar Egeu.


Fez-se cristã pelo ano de 55, quando São Paulo evangelizava essa região. São Lucas, que andava com o Apóstolo, contou este episódio: “…Filipos, que é a cidade principal daquele distrito da Macedônia, uma colônia (romana). Nesta cidade nos detivemos por alguns dias. No sábado, saímos fora da porta para junto do rio, onde pensávamos haver lugar de oração. Aí nos assentamos e falávamos às mulheres que se haviam reunido. Uma mulher, chamada Lídia, da cidade dos tiatirenos, vendedora de púrpura, temente a Deus, nos escutava. O Senhor abriu-lhe o coração para atender às coisas que Paulo dizia” (At 16,12-14).


As formalidades da canonização levam frequentemente muitos anos. Foram, porém, curtíssimas ao tratar-se de Santa Lídia. Foi Barónio (+ 1607) que, em 1586, com sua própria autoridade, a introduziu no Martirológio romano, cuja revisão lhe estava entregue.


Santa Lídia, rogai por nós!




Oração da Noite:

Querida mãe, virgem Maria, fazei que eu salve a minha alma

— Ave Maria...

Querida mãe, virgem Maria, fazei que eu salve a minha alma

— Ave Maria...

Querida mãe, virgem Maria, fazei que eu salve a minha alma

— Ave Maria...

Tu, Auxílio maravilhoso dos cristãos, Tu, terrível como exército ordenado em batalha, Tu, que só destruíste toda heresia em todo o mundo: nas nossas angústias, nas nossas lutas, nas nossas aflições, defende-nos do inimigo; e na hora da morte, acolhe a nossa alma no paraíso.

Assim seja.

Nossa Senhora Auxiliadora

— Rogai por nós!


1. Acompanhe diariamente a meditação espiritual conduzida guardiões via Instagram, sempre às 21h30.

2. Evite a leitura do MEU DIA na Santa Missa. O Evangelho na Celebração Eucarística, é proclamado (lido) pelo sacerdote/diácono e a assembleia (participantes) deve escutar com a devida atenção.

NOVA
R$30,00
AUXICAMISA

Movimento dos Filhos da Santíssima Virgem Auxiliadora

Av. São João Batista  S/N  - Conj. Castelo Branco - Aracaju/SE 

+55 (79) 3021-6960

Todos direitos reservados                Movimento Auxilia - 2020